en-16 de Julho de 1961, dia de Nossa Senhora do Carmo

16 de Julho, 1961

"A primeira comunhão"

No dia de Nossa Senhora do Carmo, as meninas receberam em diversos locais( com excepção da igreja e suas casas), a sua primeira comunhão. Eram 5:00 da manhã, quando Mari-Cruz e Conchita receberam a primeira comunhão nos " Pinos". Uma hora mais tarde, o Anjo dá a comunhão a Mari-Loli e Jacinta, junto ao local da pedra do Anjo, localizado mais um bocado abaixo dos " pinos" uma vez que este sítio era um local onde frequentemente aparecia o Anjo. A partir desse dia, as meninas recebiam diariamente a comunhão, quer através da Eucaristia que era celebrada pelo Sacerdote, quer através do Anjo.

Nota1: Forma de comungar: Benziam-se, rezavam o acto de contrição, recebiam a comunhão, e depois rezavam a oração alma de Cristo...." E benziam-se novamente no final. Não demorava mais de 10 minutos.

Nota2: Os nove pinheiros foram plantados pelo Avô de Conchita em 1947, local este que foi escolhido para a realização do futuro Milagre