O corona virus não é obra de uma " Mãe Terra " zangada

19-04-2020

Sexta, 17 de abril de 2020 - 14h32 EST, fonte: LifeSiteNews.com

17 de abril de 2020 (LifeSiteNews) - A Academia John Paul II para a Vida Humana e a Família deseja comunicar que católicos e todos os homens e mulheres razoáveis ​​devem tomar cuidado com a infiltração de um sentimento pagão e centrado na Nova Era, sutilmente centrado na Terra certos níveis da nossa cultura.

Os proponentes atuais da crença primitiva em uma "Deusa da Terra" avançaram na sua obsessão ecológica para uma personalização de sua "divindade" e vários agentes deram eco inocentemente e não tão inocentemente dessa religião arcaica.

A idéia de que "... Pachamama, a Terra, está "zangada" e que vai punir a humanidade pelo corte de árvores e poluição de vários tipos é um retrocesso no paganismo que outrora manteve a humanidade em escravidão.

O homem, submetido a Deus, é o pináculo da criação. A terra foi criada como um estágio no qual os homens deveriam ser testados. Não é um fim em si mesmo. Falar disso como tal é antropomorfismo infantil. Imputar-lhe características humanas como a terra "sente" ou a terra "cura" leva à crença de que a terra inanimada e a beleza da natureza que floresce sobre ela têm espírito próprio. Isso equivale a um recuo na adoração pagã das coisas.

"Que os homens morram para que a terra renasça", que é a mensagem implícita num artigo que apareceu recente... , é como celebrar o sacrifício humano para aplacar os deuses pagãos enfurecidos pelo abuso ou desatenção do homem...

A Igreja fundada por Cristo ressuscitado, Jesus, acredita como sempre no Juízo Final e na Misericórdia de Deus, que certamente envia calamidades como advertências a Seus filhos na terra.

Traduzido para português pelo Apostolado de Garabandal em língua portuguesa, Abril de 2020